ACONTECE IMOB

Artigos

Voltar

CONVÊNIO DE SEGUROS DESENVOLVE SEGURO INOVADOR PARA FACILITAR O CRÉDITO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL

Atualmente o mercado da construção vive uma realidade um tanto quanto complexa no que diz respeito a empréstimos para realização de suas obras imobiliárias.

21/08/2017

Atualmente o mercado da construção vive uma realidade um tanto quanto complexa no que diz respeito a empréstimos para realização de suas obras imobiliárias. O cenário econômico em que vivemos tem levado agentes financeiros públicos e privados a serem mais rigorosos, inclusive exigindo diversos seguros para a liberação de créditos à produção, sendo o Seguro DFI (Danos Físicos ao Imóvel) um deles. Pouco ainda se fala sobre o assunto, mas essa realidade está claramente presente no nosso dia-a-dia e afeta diretamente e principalmente os incorporadores e construtores que precisam de financiamento para suas obras a iniciar ou já em andamento.

Na prática, o que acontece é o seguinte: sempre que o incorporador ou construtor se dirige ao mercado financeiro em busca de recursos para produzir seus empreendimentos, ele encontra taxas altíssimas de juros e a exigência para que contrate seguros. Ou seja, ele acaba sendo condicionado a fechar mais de um contrato, um do crédito do qual precisa e outro (ou outros, muitas vezes) do(s) seguro(s) que lhe(s) é(são) exigido(s).

Entre os seguros mais demandados, observa-se comumente a requisição de contratação do seguro DFI (Danos Físicos ao Imóvel) com cláusula beneficiária ao Banco Credor. Isso ocorre pois o construtor oferece em garantia da dívida tomada, unidades em estoque de seus empreendimentos prontos, ainda em construção ou até mesmo ainda para construir.

Neste momento, muitas vezes o construtor ou incorporador pode sentir que sua única saída seja contratar tudo – o crédito e o(s) seguro(s) - diretamente com o banco. Parece até mais simples e confiável, certo? Mas isso não é verdade. Você pode (e deve) buscar outras opções, uma vez que geralmente as taxas oferecidas por esses agentes ou instituições financeiras são muito mais altas que a média do  mercado em geral  e podem custar mais que o dobro diretamente com o banco.

Como uma excelente alternativa para esse cenário do mercado construtivo, apresentamos os seguros do Convênio de Seguros da CBIC. O projeto, que é coordenado em todo o Brasil há mais de 10 anos pela GEO Gestão Imobiliária, empresa conveniada da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), percebeu este movimento do mercado e criou uma divisão especializada neste produto DFI – DANOS FISICOS AO IMOVEL, apenas para atender a esses incorporadores e construtores, com taxas bastante reduzidas.

O Seguro DFI do Convênio de Seguros, por exemplo, oferece 100% de segurança para o seu imóvel, garantindo indenização por prejuízos em consequência de incêndio, alagamentos, destelhamento e desmoronamento total e parcial. O grande objetivo deste seguro é atender a exigência de cobertura de Danos Físicos ao Imóvel (exatamente a condição para a concessão de crédito para construção por parte dos agentes financeiros abordada nos parágrafos acima) para unidades imobiliárias em estoque dadas em garantia nos contratos de dívida.

Confira alguns dos diferenciais do Seguro DFI do Convênio de Seguros: 
-Taxa de 0,0060% ao mês/valor de avaliação do imóvel;
-Sem número mínimo de unidades seguradas para abertura da apólice;
-Atende imóveis de propriedade do Incorporador,  em construção, desocupados, entre outros.

Tudo isso com TAXAS geralmente QUATRO OU CINCO VEZES MENORES que as oferecidas pelas instituições financeiras! É isso mesmo. Por isso, não assine nenhum contrato ainda.

Em nosso site, você pode fazer uma simulação de valores e até mesmo já fazer o download dos documentos que você irá precisar. Basta acessar o site do Convênio de Seguros

Agora você já sabe: consulte-nos antes de fechar contrato com o banco! Temos as melhores condições do mercado para você fazer o melhor negócio: 0800 648 9009