ACONTECE IMOB

NOTÍCIAS

Voltar

Crédito Imobiliário

Financiamento habitacional cresce 242,86% na PB, em três anos

De acordo com a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal, de 2008 até 2011, o valor de financiamentos habitacionais na Paraíba aumentou 242,86%. Em 2008, foram financiados R$ 350 milhões e, em 2011, o volume de recursos pulou para R$ 1,2 bilhão. Só no ano passado, mais de 15 mil famílias foram beneficiadas com a concessão do crédito habitacional.

16/02/2012

De acordo com a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal, de 2008 até 2011, o valor de financiamentos habitacionais na Paraíba aumentou 242,86%. Em 2008, foram financiados R$ 350 milhões e, em 2011, o volume de recursos pulou para R$ 1,2 bilhão. Só no ano passado, mais de 15 mil famílias foram beneficiadas com a concessão do crédito habitacional.

“É com muita alegria que registramos o alcance de novos recordes a cada ano, tendo a Caixa realizado sozinha mais de 80% de todos os financiamentos feitos na Paraíba nos últimos anos. Isto é motivo de orgulho e celebração para as nossas equipes de atendimento”, afirmou o Superintendente Regional da Caixa na Paraíba, Elan Miranda.

Para o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci), Rômulo Soares, a diversificação dos empreendimentos, a segurança dos investimentos imobiliários e a ampliação do crédito foram pontos essenciais para esse crescimento. Segundo Rômulo, os estímulos ao mercado imobiliário foram impulsionados pela necessidade de suprir o déficit habitacional, que, segundo o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado da Paraíba (Sinduscon-PB) chega a 150 mil imóveis no Estado.

“Incentivos como o programa Minha Casa, Minha Vida e as parcerias entre os governos Federal, Estadual e Municipal acabaram trazendo uma faixa de renda que antes era excluída do mercado habitacional, o que atraiu o olhar dos construtores e ampliou a oferta de imóveis”, afirma o presidente do Creci. O Minha Casa, Minha Vida, de acordo com Rômulo, é um apoio não apenas para a retirada de moradores de áreas de risco, mas também a oportunidade de novas famílias ou jovens buscarem sua independência fora da casa dos pais.

A professora de Letras, Dennise Vasconcelos, buscou no Minha Casa, Minha Vida a oportunidade de comprar o seu primeiro imóvel. “Nós queríamos casar, mas também queríamos nossa casa. Procuramos até achar um apartamento que coubesse em nosso orçamento. Compramos nosso imóvel na planta, num empreendimento já aprovado para financiamento pela Caixa”, conta a professora, que escolheu o bairro do Geisel para iniciar a nova vida.

Além do Programa do Governo Federal, o banco dispõe de planos de financiamento para  imóveis novos ou usados, prontos ou em construção, na modalidade individual ou associativa. A caixa financia também a aquisição de terrenos para construção, ampliação e reforma em imóveis já existentes, além do Consórcio Imobiliário.

Avaliação
De acordo com a assessoria da Caixa, antes de conceder o financiamento, o banco realiza uma avaliação criteriosa da situação tanto do imóvel a ser financiado quanto do contratante do financiamento. “A Caixa não intervém no acordo de negociação entre comprador e vendedor. Porém a CAIXA faz a avaliação de mercado daquele imóvel objeto da transação, e financia o menor dos valores entre o valor de avaliação ou de compra e venda do imóvel”, explica a assessoria.

Antes de ser financiado, Caixa avalia as condições de habitabilidade, se o imóvel se presta para garantia do financiamento pretendido e o valor de avaliação de mercado do imóvel. Também é observada toda a documentação do imóvel, garantindo que os imóveis financiados pela Caixa estejam livres de quaisquer ônus e totalmente desimpedidos, para segurança do próprio cliente.

Fonte: Correio da Paraíba